Associação Selectiva Moda vania@selectivamoda.com
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais

FORTE COMITIVA NACIONAL MARCA PRESENÇA NAS FEIRAS TECHTEXTIL E TEXPROCESS

A. Sampaio & Filhos, Artefita, Bloomati, Carlos Sousa, Coltec, Costura, Dehora, Filasa, Fitexar, Foot By Foot, Heliotextil, Invescorte, Lipaco, MCS, Smart Inovation, Tecstar by Grupo ADI, Trim Nw, Trivialtex são as empresas lusas da comitiva FROM PORTUGAL, às quais se juntam ainda as portuguesas Cordex, Endutex, Inovafil, Penteadora, S.Roque, SGL Carbon  e os centros de investigação CITEVE e CeNTI a marcar presença nos dias 21 a 24 de junho em mais uma edição conjunta das feiras TECHTEXTIL e TEXPROCESS, no Messe Frankfurt, na cidade alemã de Frankurt.

Portugal volta a marcar uma presença de peso nas feiras TECHTEXTIL e TEXPROCESS que habitualmente se realizam de dois em dois anos, mas que, há custa dos constrangimentos impostos pela pandemia, já não acontecia desde 2019. Um regresso, por essa razão, muito aguardado pela comitiva portuguesa que na TECHTEXTIL se faz representar em três ilhas FROM PORTUGAL e por um stand individual.

A participar pela primeira vez no certame técnico de Frankfurt, a Trivialtex espera uma retoma enérgica e definitiva dos mercados para que possamos finalmente trabalhar sem sobressaltos e receios que a qualquer momento tudo possa retrair novamente”, revela Fátima Carvalho. Com o grande objetivo de encontrar habituais e novos clientes do centro da Europa, a Trivialtex apresentará em Frankfurt “fios standard e fio reciclado, biodegradável e mouliné”, remata.

Com três participações em carteira, a Foot by Foot regressa à TECHTEXTIL por a considerar “a principal feira internacional de têxteis técnicos para os mais diversos segmentos, sendo um palco central tanto para fornecedores como compradores”. Quem o diz é Silvia Gomes, finance and accounting department, que desvenda ainda o reforço dos produtos recicláveis e orgânicos a serem apresentados em Munique. “Os países cujos mercados queremos apostar são: Alemanha, Espanha, Bélgica, Polónia, Áustria, Croácia, França e Eslovénia, além de Portugal”, acrescenta ainda Sílvia Gomes.

De posicionamento evidente nos têxteis técnicos a Bloomati é uma das estreantes desta edição da TECHTEXTIL porque, explica Alice Sampaio, do departamento de marketing, “faz todo o sentido participar numa feira como esta”. Já no que toca aos produtos a apresentar em Munique, Alice Sampaio destaca “as malhas que venceram os prémios ISPO Textrends e essas são os produtos estrela deste semestre que iremos destacar nas próximas feiras até ao Verão. Além disso, sendo uma feira técnica, o foco estará sempre virado para os nossos acabamentos especiais como antibacterianos, regulador de temperatura, repelente a água, entre outros”, resume.

A participar na TECHTEXTIL desde 2011 é com confiança que a A. Sampaio & Filhos regressa ao certame para destacar a marca Protection+ by A. Sampaio. Trata-se de uma marca que, descreve Inês Palmeira, “reflete a nossa capacidade técnica e inovadora, aplicada em particular às áreas de vestuário de proteção e de utilização profissional. Temos utilizadores nas áreas militares, de segurança e de corpos de bombeiros, bem como em trabalhos relacionados com eletricidade, gás, refinarias… “, prossegue a colaboradora da área do marketing e comunicação da empresa que apresentará ainda uma gama ESD, malhas ISO20471 em vermelho e novas malhas anti-corte.

Já a empresa Carlos Sousa, que também iniciou as suas participações na TECHTEXTIL em 2011, tem como principal desejo “voltar à normalidade, porque sentimos neste período conturbado a falta do contacto presencial com os clientes”, desabafa Hugo Resende.

O que ambicionamos é que os nossos artigos sejam reconhecidos pela qualidade que ostentam e acima de tudo que o nosso serviço satisfaça o cliente”, acrescenta ainda o colaborador da empresa que tem interesse particular em fazer crescer a cota de clientes no mercado escandinavo.

Com uma grande novidade em mãos é com otimismo que o grupo ADI participará pela primeira vez na feira de Frankfurt para, explica Rita Lima, product manager, “apresentar uma nova fibra técnica produzida em Portugal e que terá impacto no sector técnico. Estabelecemos também uma pareceria muito próxima com a Rodome no mercado português e estamos muito confiantes no lançamento, dentro em breve, deste produto”.

Posicionamento mas também novas perspetivas de negócio estão na base daquela que é a segunda participação da Inovafil na TECHTEXTIL de onde retiram “feedback é bastante positivo no sentido em que mesmo numa primeira participação tivemos alguns contactos, a nível de clientes bastante interessantes”, diz Filipe Gonçalves.

Com várias reuniões já agendadas e a intenção de alargar a carteira de clientes europeus, a Inovafil vai-se apresentar com a gama de produtos técnicos de carácter funcional.

Já na outra feira a decorrer na Messe Frankfurt por estas datas, a TEXPROCESS estará presente, com grande relevância, a empresa S. Roque. “A escolha de participar na TEXPROCESS tem como objetivo demonstrar o posicionamento de líder como mundial da ROQ perante o mercado não só da serigrafia e da impressão digital, como também, de equipamentos de secagem e linhas de embalagem”, esclarece Daniela Carvalho, marketing assistant. Entre as novidades, a empresa destaca a Solução DTG “que permite imprimir uma peça de vestuário e colocá-la pronta a ser enviada”, remata.

Presente na TEXPROCESS pela terceira edição também a empresa Costura espera “uma afluência acima da media, pois devido a vários mercados asiáticos apresentarem restrições em termos de produtividade, existe uma elevada procura por produção europeia”, considera João Leirias. A empresa irá alguns dispositivos para aplicar em diversas maquinas de costura, assim como diversos acessórios que facilitam a produção.

A participação das empresas portuguesas PME nas feiras TECHTEXTIL e TEXPROCESS é uma iniciativa da Selectiva Moda e da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto “From Portugal” é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização e de Lisboa 2020 – Programa Operacional Regional de Lisboa, tendo um montante de apoio elegível de 6.648.794,78 €, dos quais 3.735.305,80 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.